Descubra os desafios na formação dos filhos de missionários transculturais.

Mudanças de país influenciam na identidade das crianças. Há estudos que comprovam essa realidade, e os filhos de missionários transculturais passam por esse mesmo dilema. Por isso TCK – Third Culture Kids (Crianças de Terceira cultura) precisam de um cuidado todo especial para que esses venham ser ajudados e os pais também orientados diante desse desafio.

O termo ‘third culture kids’ (crianças de terceira cultura, ou TCKs) foi cunhado nos anos 60 pela pesquisadora Ruth Hill Useem, que estudava crianças que cresciam expostas a duas ou mais culturas, entre as quais seus próprios filhos. Segundo Useem, crianças que vivem em um país de cultura diferente da sua se tornam parte de uma ‘terceira cultura’, que é mais que simplesmente uma mistura das várias culturas a que estão expostas.
Useem definiu uma criança de terceira cultura como uma pessoa que passou uma parte significativa de sua infância ou adolescência fora da cultura de seus pais. A pessoa constrói relações com todas as culturas, mas ao mesmo tempo não pertence realmente a nenhuma delas. Apesar de assimilar elementos de cada cultura à sua experiência, a TCK tem mais afinidade com outras TCKs do que com as culturas a que esteve exposta.
O termo ‘cross-cultural’ (transcultural) foi introduzido pelos pesquisadores Pollock e van Reken para explicar que ao invés de observar culturas, como ocorre com expatriados adultos, a TCK de fato vive as várias culturas a que está exposta. Outra definição para “third culture kids” seria então “cross-cultural kids” (Crianças transculturais).
Quem normalmente pode ser considerado uma criança transcultural?
Filhos de missionários, de militares, de diplomatas, de homens de negócios, de acadêmicos, que criaram poucas raízes com a terra-mãe de seus pais e que cresceram em contexto estrangeiro por causa da profissão destes. Não é incomum, por causa disso, serem poliglotas e mochileiros.

 

 

 

2 Comments

  1. Pingback: Crianças de terceira cultura « MyHeritage Blog

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.