Muitos pregadores que hoje figuram com destaque no cenário da igreja pentecostal começaram o ministério, nos púlpitos das dezenas edições de congressos Gideões Missionários de Última Hora (GMUH), realizados em Balneário Camburiú (SC).

É incontestável a relevância do ministério para missões no Brasil. Além das oportunidades dadas a pastores e pregadores, o evento arrecada milhões de reais todos os anos, e reverte parte da renda para missões, mantendo missionários e instituições como: creches e hospitais em países com altos índices de pobreza.

Agora o GMUH sofre uma importante perda. No dia 30 de Julho morreu, aos 81 anos, o pastor Cesino Bernardino, líder e fundador de um dos mais famosos congressos de missões. Ele estava internado desde o mês de Junho, quando foi submetido a uma cirurgia devido a sérias complicações nos rins e pulmões

Biografia pastor Cesino Bernardino

Pastor Cesino Bernardino nasceu em Imbituba (SC), no dia 29 de novembro 1934, e aos 13 anos de idade se converteu ao evangelho de Jesus, sendo batizado no Espírito Santo no mesmo mês e, nas águas, no ano seguinte, em 1948.

Em Julho de 1962 foi consagrado a presbítero ainda na cidade de Imbituba, pelo então pastor presidente pastor Hilário da Costa. Decidiu-se a dedicar tempo integral à obra em Fevereiro de 1964, a convite do pastor João Ungor, em Urubici, filiando-se a Ciadescp, convenção estadual, ocasião em que deixou sua atividade profissional de mordomo.

Nove anos após ser levado ao prebistério, Cesino é consagrado a pastor. Saiu da cidade natal para pastorear em outras cidades, como em Urubici, de 1967 a 1971; Canoinhas, como pastor presidente até 1973. Já em Balneário Camboriú ficou por um ano e regressou a Urubici em 1975. Antes de assumir de vez a Assembleia de Deus em Camburiú, pastor Cesino passou o ano de 1976 em  Jaraguá do Sul.

Foi em 25 de Janeiro de 1977, tendo como antecessor o pastor Hilário Grignani, em reunião presidida pelo pastor Pedro Cardoso, que Cesino Bernardino assumiu a presidência de onde não saiu mais.

Consta em ata o registro de suas primeiras palavras no púlpito desta igreja: “Unidos iremos trabalhar para a obra de Deus ir avante, crendo que o Espírito Santo irá ajudar-nos!”.

No decorrer de sua administração houve a implantação de congregações nos mais diversos bairros da cidade, somando 29 templos: sede, Areias, Caetés, Cedro, Cedro II, Cerro, Conde Vila Verde, Delatorre, Dois Irmãos, Dom Amaro, Jardim Aliança, Jardim Bela Vista, Jardim Palmeiras, Jardim Primavera, Jardim Razes, Jardim Regina, Jardim Tatiana, João da Costa, Lageado, Monte Alegre, Monte Carmelo, Monte Sinai, Nova Camboriú, Rio do Meio, Rio Pequeno, São Francisco, Tabuleiro, Vila Conceição e Vila da Pedra.

Muitas foram as realizações no campo eclesiástico por intermédio de Cesino, com destaque especial para a criação do departamento de missões Gideões Missionários da Última Hora, em 1980.

 

Texto Radar Missionário, com informações da biografia retirada do Blog do pastor Hafner

Foto: Seara News

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.