Por missionária Violeta Guarino

O terremoto aqui no Nepal fez um grande estrago. Aqui em casa as estantes caíram, as louças ficaram quebradas. Nas ruas vemos mulheres dando a luz, pois tiveram que ser retiradas do hospital. Peço orações pelo Nepal, para que o Senhor que acalma tempestades e para que Ele me dê sabedoria para administrar toda essa situação com o pequeno rebanho que colocou em minhas mãos. Antes tínhamos conosco a responsabilidade com 18 pessoas, as quais cuidamos na Compassion Home, mas agora o número aumentou para 59, sendo 48 crianças. São crianças órfãs que fazemos um trabalho especial a cada sexta-feira. Nesta sexta (01/05) saímos para localiza-las e ficamos felizes por encontra-las bem e abrigadas em uma igreja local, mas muito triste por ver que tinham apenas arroz para comer. Pegamos o que tínhamos e dividimos com ela. Fazemos esse trabalho junto com a líder nepalesa, Pramita, desde 2011. O que recebermos de doação estaremos dividindo com as crianças que estão com ela, pois essas crianças também são de nossa responsabilidade.A previsão é dos tremores continuarem durante um mês, então nesse tempo teremos que estar improvisando a forma de viver.

acampamento nepal

Acampamento no Nepal

 

Fui até a cadeia, mas infelizmente não tive permissão para ver os presos porque parte do prédio desmoronou e os presidiários estão em um pátio, por segurança não permitiram que eu entrasse. No caminho de volta vi os carros novamente nas ruas, mas a sensação é de que tudo é um sonho, nada ainda parece real. A paisagem totalmente transformada pela destruição, o cheiro que antes era de vida agora é de morte. Os prédios que antes serviam para visita turística agora serve de cena para mostrar que muitos morreram ali. O shopping que foi construído ao lado da prisão, que era um lugar de diversão e lazer agora está totalmente condenado, como estão condenadas tantas vidas que ainda não conhecem ao Senhor.

Preciso ir novamente ao centro para ver o que aconteceu a tantos amigos nepaleses que moram ali. Vi de longe a área totalmente destruída. Fiquei pensando que o abalo foi na terra, mas precisa ser nos corações. Trabalhamos duro aqui para mantermos nosso trabalho aberto, onde protegemos jovens que sofreram abuso, ou foram estupradas, ou abandonadas por suas famílias. Protegemos crianças que perderam os pais e não tinham quem as acolhessem. Trabalho duro, mas que pude ver o resultado, podendo dar a elas nesse momento o abrigo não apenas de um lugar, mas de família.

cabana

É tempo de refletirmos queridos. É tempo de vermos que a terra foi abalada, mas com isso também há um clamor de vidas. Vidas que gritam para serem ajudadas, socorridas, amadas, amparadas. Precisamos continuar nossa tarefa precisamos de sustentabilidade. Precisamos continuar a caminhada com mais pessoas conosco ajudando para que mais pessoas sejam socorridas, não apenas nessa situação do terremoto, mas a cada dia.

levando ajuda

família recebe ajuda

 

Após o terremoto muitas situações diferentes foram surgindo e administrar tudo isso apenas mesmo com a sabedoria que vem do Senhor.
1- Precisava localizar uma das meninas que passou pelo projeto e agora ela está casada e grávida. Soubemos que ela estava adoentada e comendo apenas com biscoitos e macarrão instantâneo. Pilotei durante uma hora para localiza-la. A alegria foi geral quando encontramos. Levamos alimento, algum dinheiro e oramos juntas.

2- As paredes da cadeia desmoronaram, 15 pessoas morreram. Precisaremos voltar lá amanhã (02/05) para levar produtos de higiene, pois tudo o que tinha ficou embaixo dos escombros.

3- Com o terremoto o número de órfãos são incontáveis. Isso tá fazendo tremer meu coração. Não posso ficar indiferente a essa situação. Precisaremos abrigar mais 20 crianças. Para isso preciso alugar uma nova casa, ter uma família para cuidar. O custo para alugar, comprar móveis e os requisitos básicos são R$ 4 mil mensais. Aqui os deuses são mudos, mas pregamos de um Deus de amor que responde, que cuida e que ama. É hora de somarmos nessa segunda etapa. Que deseja ajudar essa obra que Deus tem nos dado pode depositar em nossa conta bancária.

Banco do Brasil agência 3583-1 Conta Corrente 22266-6 ou no

banco Bradesco agência 160 Conta Corrente 87514-7

 

Hoje (12/05) aconteceu novo terremoto no Nepal. Para saber mais clique aqui

One Comment

  1. Pingback: ((( RadarMissionário ))) » Missionária conta como foi o novo terremoto no Nepal e decide antecipar volta ao Brasil

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.