A zona rural do sertão nordestino possui mais de 15 milhões de habitantes e tem menos de 0,1% de crentes, com mais de 10 mil comunidades rurais sem a presença de uma igreja evangélica. Em razão das agruras de toda sorte às quais é submetido, o sertão nordestino já foi apelidado de a janela 10 X 40 brasileira. É uma alusão irônica à região geográfica pouquíssimo evangelizada localizada entre os graus 10 e 40 da Latitude Norte do planeta e que forma um grande retângulo, desde o Norte da África e Sul da Espanha até o Japão e Norte das Filipinas.

E para realizar missões no meio desse povo sofrido é preciso estratégias diferenciadas e conhecer a peculiaridade do sertão. Em relação a Cultura destacam-se os acessórios, a culinária, o linguajar, estilo de vida simples, festas e um forte machismo. Já na parte geográficas os desafios são por conta das longas distâncias para o acesso a tudo, fontes de água precárias, vegetação desértica, terrenos rochosos, clima seco e quente. Tratando de religiosidade, a maior característica é a idolatria. A maioria é católica, frequentando à missa aos domingos; misticismo e ignorância quanto à palavra de Deus também são características observadas.
Socialmente os nordestinos têm renda familiar baixa, trabalho infantil, casamento precoce, muitos filhos, alto índice de analfabetismo, alcoolismo, prostituição e poligamia.

MELHORES ÍNDICES DE EVANGÉLICOS NO SERTÃO PARAIBANO

Patos……………………10.581
Catolé do Rocha………3.660
Sousa…………………….5.665
Cajazeiras……………….4.656
Pombal………………….3.037
São Bento………………2.818
Itaporanga……………..1.790
Princesa Isabel…………..870

O POVO SERTANEJO E O EVANGELHO

No sertão, a resposta ao Evangelho é mais demorada – o que exige perseverança na evangelização. Sabe-se que o sertanejo nordestino é aberto ao misticismo e ao tradicionalismo religioso. Deixar o Catolicismo, para muitos, é culturalmente considerado uma desonra.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.