Todos nós cristãos sabemos bem que Jesus Cristo não nasceu no dia 25 de Dezembro, que na verdade essa é uma data comercial e muitos nem sabe o porque essa data foi escolhida.

A celebração do Natal tem origem na antiga festa pagã do Sol. Sua regulamentação pela Igreja deu-se, inicialmente, no ano de 138 pelo Papa São Telésforo. Até aquela época o nascimento de Cristo era comemorado ora em janeiro, ora em abril. A fixação em 25 de dezembro como o dia de Natal deve-se ao Papa Julio I, em 378. Cem anos depois, os sacerdotes foram autorizados a celebrar três missas nesse dia, a primeira à meia-noite, a chamada Missa do Galo.

O Natal é universal, é comemorada na maior parte dos países, mas a forma de festejar o nascimento de Jesus não. E cada imigrante que chegou a nosso país trouxe um pouco desses costumes.

É sempre bom saber das tradições de cada país, que continuam a ser respeitadas no campo, pois nas grandes cidades a padronização do consumo transformou o Natal numa festa semelhante em todos os países. Vamos ver as tradições de alguns países.

Estados Unidos

eua

Nos EUA, uma tradição típica na época do Natal é deixar uma bandeja de biscoitos e um copo de leite para o Papai Noel. O bom velhinho faz sua lista dos meninos e meninas que foram obedientes ou desobedientes, e passa por suas casas na noite antes do Natal. Para os bons filhos, ele deixa um presente feito pelos elfos no Polo Norte. Para as crianças mal educadas, o Papai Noel deixa apenas carvão nas suas meias de Natal. No Brasil, tradições semelhantes existem.

Venezuela

 

 

venezuela

Durante a época de Natal em Caracas, na Venezuela, de 16 até 24 de dezembro, as ruas são fechadas para a “massa de patins” – que é exatamente o que parece: uma massa de gente patinando junta pela cidade. Frustrante para aqueles que tentam fazer o seu caminho através do tráfego em torno das ruas que estão fechadas, mas a tradição muito conhecida e adorada permanece ano após ano na área.

Austrália

australia

Na Austrália, o jantar de Natal é muito parecido com o jantar de Ação de Graças americano: tipicamente, consiste de peru, presunto, chouriço, carne de porco, ameixa e tortas (no Brasil, muitas famílias também comem peru ou chester na ceia de Natal). A tradição australiana é fazer a ceia de Natal em uma praia no meio do dia. Mas a parte mais importante da data pode ser o “Carols by Candlelight”, um evento que acontece na véspera de Natal, quando milhares de pessoas se reúnem para acender velas e cantar suas canções favoritas de Natal.

França

frança

Na França, o tempo de Natal é cheio de show de luzes. A nação que é a casa de Paris, a “Cidade das Luzes”, rouba a cena iluminada durante a maior parte dessa época do ano. Exemplos podem ser encontrados em todo o país, como o Fête des Lumières, que vai de 5 de dezembro a 8 de dezembro em Lyon, evento com mais de 70 espetáculos de luz que são simplesmente de tirar o fôlego.

Brasil

brasil

O Natal é o feriado mais famoso do país, já que a maioria da nossa população é cristã. 24 de dezembro, a véspera da Natal, é o dia que começamos nossas comemorações oficiais. As famílias geralmente cozinham o dia todo para preparar uma ceia, que tradicionalmente inclui bacalhau e peru. Outros países usam pinheiros para fazer árvores de natal, mas como essas árvores são raramente encontradas por aqui, os brasileiros usam árvores “falsas” (normalmente de plástico), decorada com luzes e tudo o mais. Nossas festas são fartas e muitas vezes reúnem várias famílias. Uma das tradições mais comuns brasileiras é o “amigo secreto”. Algumas famílias podem jogar bingo ou cantar canções natalinas, além de rezar. As crianças devem dormir cedo e esperar a chegada do Papai Noel (e de seu possível presente) na manhã de Natal.

Japão

japão

Em vez de celebrar o Natal com um presunto ou peru, como é tradicional em muitas outras partes do mundo, as famílias japonesas costumam celebrar o feriado comendo baldes de frango frito. Embora apenas cerca de 1% da população japonesa siga a religião cristã, propagandas tornaram tradição comer a ceia de Natal na rede de fast food Kentucky Fried Chicken. Depois de se encher em frango frito, também é “tradicional” desfrutar de bolo para sobremesa.

Itália

italia

Talvez uma das formas mais originais de comemorar o Natal se encontre na Itália. Lá, dia 5 de janeiro, as crianças aguardam a chegada de uma figura mágica para trazer-lhes doces e outras guloseimas. E não é o Papai Noel, e sim uma bruxa chamada La Befana. Por lá, é ela quem desce pelas chaminés das casas e leva vários presentes (tudo isso enquanto segura um cabo de vassoura). Em vez de deixar leite e biscoitos para o bom velhinho, as crianças italianas deixam vinho e biscoitos para esta bruxa mística.

Na Noruega, diz-se que é preciso esconder todas as vassouras da casa ou as bruxas vão roubá-las e montá-las à noite. Talvez elas estejam indo para a Itália.

Finlândia

finlandia

Na Finlândia, as celebrações de Natal se estendem entre 24 e 26 de dezembro. Pinheiros são arrumados em todas as casas na véspera de Natal. Bem como durante o Natal na América, as famílias assam pão de gengibre e outros deleites. O jantar de Natal finlandês começa na noite da véspera, assim que a primeira estrela surge no céu, normalmente entre as cinco e sete horas da tarde.

México

mexico

No México, o Natal é conhecido como La Posada. É tradição levar o retrato de José e Maria de casa em casa, em busca de “abrigo” antes do nascimento de Jesus Cristo. No México, o Papai Noel não é normalmente usado para simbolizar o Natal como em outros países. Em vez disso, o povo do México opta por usar uma flor vermelha chamada de poinsétia como símbolo da época – uma tradição que começou a pegar em outras partes do mundo também.

Alemanha

alemanha

Na Alemanha, a celebração do Natal começa em 6 de dezembro e continua sem parar até depois do dia de Natal. Em 6 de dezembro, as comidas e decorações começam. Cookies, bolos, cartões de Natal, etc. Uma das tradições mais conhecidas dessa época, que nasceu na Alemanha, é a criação de belas casas de pão de gengibre. Christbaumgeback é o nome de uma massa de pão alemã que pode ser moldada como argila, antes de ser cozida e utilizada para decorar árvores de Natal. Embora as casas de gengibre e o pão de gengibre sejam parte das celebrações de Natal em outras partes do mundo, ninguém pode igualar as criações do tipo na Alemanha.[Listverse]

 

Fonte: Revoada.net e Editora Opção

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.