Gente do Bem, 
Os cordeiros estão por toda parte.
A esta altura, já devem estar mortos, o sangue foi derramado. Já devem ter tirado a pele, pois podem usá-la para outra coisa. A carne será cortada, muitos cozinharam (ou queimarão na grelha) para que seja compartilhada entre famílias, entre os pobres que, geralmente, não tem condições de pagar o valor de R$ 960,00 pelo animal.
Este é a “Festa do Sacrifício” (Eid al-Adha), festejado por todos, falado nas propagandas de TV. A comemoração traz a lembrança o sacrifício de Ibrahim (Abraão) que, para eles, não foi com Isaque mas sim Ismael. Hoje e amanhã é feriado aqui. Também começa a peregrinação à Mecca, um dos cinco pilares da crença deles. Neste link, dá para ver online o que eles estão fazendo. Engana-se quem pensa que eles vão para lá apenas nesta data. Sempre tem gente indo, sempre tem gente dando as 7 voltas ao redor da Caaba24/24, em 365 dias.
Ontem, quando ia buscar nossa filha na escola, tive uma conversa interessante com o taxista. Ele me explicou seu ponto de vista e eu pude explicar “como eu vejo”. A conversa foi boa e agradável… “É verdade. É impossível pra gente pagar o preço do pecado. Só Ele pode pagar por nós”, me confessou.
 Sim, só Ele. E você e eu sabemos que Ele já fez e de uma vez por todas. Verdade é que “os ismaelitas” estão ainda perguntando a frase que Isaque fez a muito tempo atrás, “Onde está o cordeiro?”. Nosso desejo é a frase seja respondida pela revelação que vem do Seu coração, através de nós. Você pode conversar com Papai sobre isso?
 Vale aqui um adendo, que eu gostaria de ressaltar…
 Tenho visto alguns posts nas redes sociais, sobre essa questão dos refugiados indo para a Europa, e também sobre o crescimento do Islã. Bom, a primeira verdade que todos devemos saber: não se preocupe com o crescimento da religião “x” ou “y”. Não estamos “em concorrência”, não é uma quebra de braço. Nunca foi e nunca deve ser. A Palavra diz que Ele usará o sopro de Sua boca contra o Inimigo. Sim, um simples sopro.
Segundo: lembre-se que Deus amou Ismael. Deus é um Deus que vê e ouve os que estão sofrendo e necessitados, preocupa-se com os humildes. Ele viu e ouviu uma escrava egípcia, que já estava sem esperança, a resgatou e lhe prometeu o que ela jamais poderia esperar. Portanto, não os tema: os ame. 
 Enorme abraço!
“De alguém do norte da África”
Fonte: http://www.pordosol.org/

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.