Nesta segunda-feira, 5 de outubro, nossa amada irmã, amiga Reyna partiu para estar com o Senhor. Ela estava servindo num remoto vilarejo no sul do Sudão, conduzindo uma escola de aproximadamente 80 crianças. Além de ser a professora titular, Reyna pegou as crianças como se fosse dela, se tornando uma mãe para elas. Nossa irmã faleceu inesperadamente por causa da malária. Ela deu seu próprio medicamento para as crianças também contagiadas para que elas pudessem sobreviver. Ela doou tudo de si com gozo para elas. Não há dúvidas que a vida da Reyna é um testemunho vivo em nossos dias do amor de Jesus que permanece. “Não há maior amor do que esse de dar a sua própria vida pelos seus amigos” (João 15.13). Isso foi o que Reyna fez continuamente, desde o momento que ela ouviu o Senhor a chamando para o Sudão, ela prosseguiu rumo a esse sublime chamado e por dez anos lutou para alcançar a meta. Uma de suas amigas da igreja sudanesa disse: Um pouco antes desse ocorrido, Reyna veio me visitar para animar-me e me disse: “Alejandra, se eu morrer no sul do Sudão, eu estarei na presença de Deus e estarei partindo satisfeita sabendo que fiz exatamente o que o Senhor me chamou a fazer”.

Hoje o legado de Reyna é inegável; as sementes do amor e gozo que semeou em cada vida que tocou são inumeráveis. O amor de Jesus, por meio de suas mãos, está plantado profundamente nos corações daquelas 80 crianças e nos nossos. Nós que tivemos a oportunidade de viver momentos com Reyna durante seu ministério Além Fronteiras, queremos dizer que a amamos pelo gozo que sempre demonstrou em servir ao Senhor, o gozo que trouxe a nossas vidas com suas brincadeiras e abraços de mãe, pela coragem que manifestou em deixar seu país por um mundo desconhecido, por aprender inglês para poder aprender árabe, para então aprender outro dialeto para se comunicar com as pessoas do sul do Sudão.

Reyna foi verdadeiramente uma guerreira, uma mulher cujos olhos sempre estiveram postos em Jesus, foi uma grande honra haver conhecido, e caminhado lado a lado com ela. E com grande gozo e lamento que nós seus companheiros de trabalho que vivemos em terras distantes, viemos honra-la pelo tesouro e a benção que foi para nossas vidas, para as pessoas do Egito, as crianças do Sudão, a sua terra natal México e principalmente ao reino de Deus. Da mesma forma queremos honrar sua família e igreja também por liberá-la ao Senhor, e por apoiar o chamado de Deus em sua vida. Queremos te convidar a regozijar conosco e com o Senhor dizermos: Parabéns serva boa e fiel ao altíssimo! “Bem aventurada a que creu, pois hão de cumprir-se as coisas que da parte do Senhor lhe foram ditas” (Lucas 1.45)

É um prazer e inspiração para todos nós te honrar pela forma que amastes tão bem. Agora restam os pais de Reyna, seus três irmãos, uma irmã, seus cinco sobrinhos amados e sua família em Cristo em Puebla, México.

Seus amigos…

Oremos pela família enlutada.

Maiores informações entre em contato com Latinos Global (Ramon) para que saibam como apoiar essa farmília e a obra do Senhor no México.

 

 

11 Comments

  1. Afonso júnior

    Amados só tem essa conta, disponível não tem de outro banco, exemplo: Caixa econômica, Itaú….
    E que na minha região não temos esse banco.

    • Redação Radar

      Irmão Afonso, obrigado por nos escrever.
      Não será possível o repatriamento do corpo da missionária, mas caso o irmão queira contribuir de alguma forma, com o contexto que a missionária representa, por favor entre em contato com Latinos Global (Ramon ou Debora), no México, que eles poderão te ajudar.
      Por Missões

  2. Afonso júnior

    Tem como entrar em contato com a família.

  3. jessica

    tentei doar daqui do mexico mesmo no hsbc mas esse numero nao é numero de conta corrente e sim numero do cartão. O deposito nao pode ser feito nesse numero. Tentem conseguir o numero da conta pfv. Bjo

    • Redação Radar

      Ola Jessica, obrigada por nos escrever.
      Não será possível o repatriamento da Reyna. Desculpa o erro concernente a conta bancária. Caso queira acompanhar a situação da família e apoiar a continuidade da obra no Sudão, entre em contato com Latinos Global (Ramon ou Debora) que eles te direcionarão como fazer.
      Por Missões

  4. Luciene

    Por favor, como fazemos para ter mais noticias sobre o trabalho ao qual a Reyna fazia, e como podemos contribuir.

    • Redação Radar

      Irmã Luciene
      Entre em contato com Latinos Global (Ramon ou Débora), no México, que eles te darão as orientações necessárias quanto à família, a continuidade da obra no Sudão e como vc poderá contribuir com esse ministério.
      Juntos pela causa do Mestre

  5. Emanoel Alexandre Rodrigues Dias

    Nós sabemos sim que ela está com o criado,é muito lamentável ouvir essa notícia,mais é a verdade, que Deus possa quarda a família dessa doença em nome de Jesus, estarei em oração por vcs aí.

    • Redação Radar

      Obrigada por compartilhar irmão Emanoel.
      Só o Senhor para confortar a família dessa missionária. Obrigada por unir em oração.

  6. Maria helena alferes

    E gratificante o que nossa amada Rayne fez doar de si mesmo pra o Senhor. Temos certeza que esta nos bracos do pai

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.