Uma menina de apenas nove de anos de idade tem se destacado no evangelismo para mulheres que buscaram o aborto como saída para seus problemas. Briana – cujo sobrenome está sendo mantido sob sigilo a pedido de sua família – pode ser vista usando um fone de ouvido e um microfone para amplificar sua voz e sua mensagem às mulheres que estão dentro de uma clínica de aborto.

Em um vídeo publicado na página do Facebook ‘Hoosiers For Life’ (organização pró-vida), Briana pode ser vista também compartilhando o evangelho e implorando para que as mulheres dentro da clínica não abortem seus bebês.”Eu sou uma criança de nove anos e a voz do seu bebê agora: ‘Não me mate. Me salve. Deixe-me viver. Deixe-me ver o mundo … Deixe-me crescer para que eu possa adorar Jesus e a Deus’. É o que o seu bebê está dizendo agora”, diz ela no vídeo.

“Há tantas ‘primeiras coisas’ que você pode viver… Você pode ter o primeiro aniversário, primeiro Natal, primeiro tudo, o primeiro dia para abraçar seu bebê”, acrescenta a garota.

A garotinha também se colocou à disposição (como parte da organização pró-vida) para apoiar aquelas mães nestas dificuldades que elas talvez possam enfrentar ao decidirem cuidar de seus bebês.”Nós podemos te ajudar. Nós estamos aqui para te ajudar hoje. Não aborte seu bebê, por favor”, acrescentou.

Briana e sua família, foram ao Centro Feminino ‘Mede’, em Indianápolis (EUA),  no dia 21 de julho, para participar de uma manifestação pró-vida e para encorajar as mulheres que estavam naquela clínica a desistirem dos abortos. Mas esta já não era a primeira vez que ela visitou a clínica, segundo ela contou à agência ‘CBN News’ em uma entrevista exclusiva.

Quando questionada sobre o motivo pelo qual ela quis visitar a clínica pela segunda vez, ela explicou: “Eu senti que todos nós promovemos mudanças por lá”. Ela também explicou por que era importante falar contra o aborto.

“Porque são crianças pequenas que estão sendo assassinadas. Elas ainda estão vivas dentro de suas mães, elas têm batimentos cardíacos, então elas são seres humanos como nós. A única diferença é que elas não podem dizer isso agora”, explicou Briana.

Fonte: CBN News

 

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.