O missionário Jason Fader ganhou recentemente o prêmio Gerson L’Chaim no valor US$500 mil dólares por seu trabalho como médico cirurgião no Burundi, um dos países mais pobres da África subsaariana. Fader, cujos pais também são missionários, é um dos 13 cirurgiões servindo 10 milhões de pessoas no país, onde três quartos da população sofrem com desnutrição – o que torna o Burundi o país com maior índice de fome em 2016.

Fader, que cresceu no Quênia, está no Burundi desde 2013. Além de cuidar de 25.000 pacientes por ano com sua equipe, ele treina médicos locais. Jason faz cirurgias que ninguém fez antes no Burundi, disse uma colega médica, Raquel McLaughlin. Os estudantes nunca tiveram chance de ver. Ele ensina a eles habilidades cirúrgicas. Ele ensina a eles manejo cirúrgico. E os estudantes adoram.

O prêmio será revertido para a criação do primeiro programa de treinamento médico, que tem como objetivo adicionar 48 novos leitos aos 172 do Hospital Kibuye Hope e melhorar o cuidado com fraturas de membros inferiores – uma necessidade crucial num país que as viagens são a pé. “Centenas de pessoas vão literalmente andar por causa deste prêmio”, disse Fader. “Milhares de pessoas serão ajudadas. E dezenas de milhares serão ajudadas pelos médicos treinados lá”.

O missionário faz parte de um recente ressurgimento de missionários médicos. O número de pessoas na Global Missions Health Conference, em Louisville, Kentucky, Estados Unidos, cresceu mais de dez vezes nos últimos dez anos. Mas o número no campo ainda é pequeno, e a necessidade tornou difícil a decisão do prêmio (que recebeu 26 candidatos de 12 nações), escreveu Jon Fielder, diretor da African Mission Healthcare Foundation (AMHF) e co-fundador do prêmio Gerson.

Fonte: Sarah Eekhoff Zylstra/Christianity Today via Seara News
Fotos: African Mission Healthcare Foundation

****
Clique aqui e conheça a associação Médicos de Cristo.
Saiba mais sobre o congresso da Associação Nacional de Sociedades Médicas e Odontológicas (em inglês, Association of National Christian Medical and Dental Societies – ICMDA).

 

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.