Uma campanha evangelística de três semanas, onde o convite foi realizado pelo Facebook, resultou em mais de 250 pessoas batizadas. O evento aconteceu em uma região rural de Uganda, na África. Um grupo com mais de 9 mil jovens cristãos adventistas foi criado na rede social. Intitulado SDA-U, os membros usaram as redes sociais para convidar centenas de pessoas para o evento de cunho evangelístico.

O evento aconteceu em Agago, uma região localizada a aproximadamente 645 quilômetros ao norte da capital de Uganda, Kampala. Aproximadamente 400 pessoas participaram das reuniões que eram feitas no período da noite, no final do ano passado.

O grupo SDA-U foi criado por três jovens, Samuel Okello, Andrew Ssegawa e Ivan Kiconco. Eles tinham a mesma motivação: promover o evangelismo. Okello, natural de Agago, é o único cristão da região. Ele acredita que a alegria que tem vivido deve ser compartilhada com as pessoas de seu vilarejo.

O jovem também sugeriu a arrecadação de fundos para estabelecer uma presença adventista na localidade. Os jovens conseguiram mais de cinco mil dólares (cerca de R$ 15.800) para construir uma nova igreja para os membros. Eles esperam conseguir mais 12 mil dólares para terminar o edifício, que terá capacidade para 400 pessoas.

Com o objetivo de conseguir o apoio das igrejas, os criadores do grupo visitaram a sede administrativa adventista para o Norte de Uganda. E foi assim que 20 missionários foram enviados para a região de Agago para auxiliar no evangelismo.

Unidade na missão

Diversas iniciativas comunitárias, com o objetivo de alcançar os moradores, foram realizadas por Ivan Kiconco e mais 30 jovens de todo o país que acamparam na cidade. Um apelo foi feito aos membros da igreja para “sair de suas zonas de conforto e se envolver no evangelismo em Agago”, compartilhando as boas-novas de Jesus.

O secretário-executivo o da Divisão Africana Centro-Oriental, sede da Igreja para essa região do continente, Paul Muasya, ficou feliz em receber o relatório dessa iniciativa. Ele celebrou o fato das mídias sociais serem usadas para a promoção do evangelismo e citou o projeto “Agago para Jesus” como um bom exemplo do que elas podem fazer.

“As redes sociais dão aos jovens uma oportunidade de participar, compartilhando o evangelho”, disse Muasya. Ele também incentivou os membros do grupo SDA-U a não parar com a ação, mas a fazer planos para que aconteça novamente em 2017.

 

Fonte: Portal Guia-me

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.