No próximo domingo será comemorado o dia do Índio e pensando nesse povo diferenciado que merece nossa total atenção, a equipe do Radar Missionário vai publicar, na série povos não alcançados do Brasil, uma semana de textos sobre as tribos indígenas e as formas de evangelização.

Quando crianças, nas escolas, somos ensinados sobre a figura do índio. É o primeiro contato de inserção da cultura indígena em nossas vidas, só que de forma superficial. Você já tentou imaginar como é realmente a vida de um indígena? Cercados pela natureza, quais devem ser seus obstáculos e necessidades? Será que eles carecem de amor? O amor incondicional e gracioso que só o nosso Deus pode dar. A Bíblia diz em Marcos 16:15, “E disse-lhes Jesus: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura”. E você, cristão, já pensou em pregar e falar do amor de Deus para povos indígenas?

Para a dentista Sandra Zeferino, ser missionária em tribos indígenas sempre foi um desejo muito forte que ardia dentro dela, mesmo antes de sua conversão. “Vejo os indígenas como ‘pais’ da nossa nação, primeiros habitantes da ‘Terra Brasilis’. Acredito que devemos honrar esse povo, da mesma forma que a Palavra de Deus nos ensina a honrar pai e mãe, em Êxodo 20.12. O índio hoje está sendo espremido e empurrado para as bordas da terra que um dia já foi sua, por políticas latifundiárias de grandes donos de terras, em uma realidade de injustiça social. E sabemos que por trás de tudo há uma intensa luta espiritual sendo travada. Eles precisam ser honrados com a nossa compaixão, oração e ação”, disse a dentista, que leva o evangelho juntamente com o programa de saúde bucal a tribos indígenas.

Para tornar-se um missionário que atua no campo indígena, primeiro precisamos estudar e conhecer a fundo o cotidiano desses povos. Afinal, são muitas tribos e línguas, sem contar com aquelas que não falam português. Daí a complexidade do trabalho de evangelização e preparação deste.

A Missão Novas Tribos do Brasil, é uma agência missionária de fé, fundada em 1953, que objetiva alcançar grupos minoritários com o Evangelho de Cristo, e prestar assistência “integral” nas áreas de saúde, educação e desenvolvimento comunitário. Esta agência atua em tribos do Brasil e do exterior há 62 anos, levando o evangelho de maneira contextualizada, almejando a implantação de uma igreja nativa.

Como é feita a preparação para evangelização de povos indígenas? Os candidatos recebem preparação com formação teológica no Instituto Bíblico Peniel, em Jacutinga, Minas Gerais. Já a formação missiológica e linguística é realizada no Mato Grosso do Sul, no Instituto Missionário Shekinah. Além disso, a Missão Novas Tribos do Brasil, oferece suporte para os missionários nas áreas de pastoreio, administração e consultoria linguística e cultural.

De acordo com dados do Censo de 2010, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), existem 305 etnias indígenas no Brasil, sendo as maiores: Tikúna, Guarani Kaiowá, Kaingang, Makuxí, Terena e Tenetehara. Ao todo, são 274 línguas. A população indígena brasileira é formada por 896.917 pessoas. As regiões norte e nordeste possuem a maior concentração de povos indígenas. Já os estados que são campeões nesse quesito, são: Amazonas(20,5%); Mato Grosso do Sul(8,6%); Pernambuco(6,8%) e Bahia(6,7%).

10 Comments

  1. Não existe nenhum campo de treinamento para missões indígenas em São Paulo ?

  2. Eu trabalho com povos indígenas sou missionário e queria conhecer esses novos camposerviços, sou formado na jocum em missões

  3. Fábio aparecido Ladislau

    Eu quero muito trabalhar com esse povo como faço?

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.