Os milhares que naufragaram nas águas oceânicas a procura de um escape.O Corpo de uma criança que nem chegou aos três anos de idade e já se foi nas areias de uma praia qualquer e entrou como foto bombástica na Internet, onde apenas é só mais uma notícia. A guerra da força e da sobrevivência nas estações em busca de um trem que o leve a um destino incerto. A hostilidade de uma nação que não se permite nem que alguém rompa suas cercas como trânsito para outros lugares. O Jogo de empurra-empurra de pessoas revestidas de autoridades que nada fazem ou que dizem que o problema é de outrem.

Porque isso não me incomoda? Será que me conformei com o mundo? Será que pessoas não passam de estatísticas? Será que minha dor no canto da unha é maior que as centenas em desespero naufragando nas águas gélidas ou sucumbindo nos caminhões fechados onde nem oxigênio existe?

Porque estou tão tranquilo? Esse assunto é tarefa de outros? Essa missão é somente dos governantes que podem resolver sozinhos os problemas do mundo? Qual é a minha parte nisso, meu Deus? Qual é a minha responsabilidade como cristão? Apenas dar umas moedas na oferta missionária? Lembrar na hora do almoço aquela oração geral “Deus abençoe a todos?”

Que posso fazer Senhor? Posso orar mais com a alma profundamente quebrantada e um espírito contrito. Posso abrir mão de coisas supérfluas e contribuir para que os poucos missionários que lá estão permaneçam mais tempo no campo.

Posso transformar notícias televisivas em motivos de intercessões em minha célula. Posso me comprometer mais, pois a Evangelização do Mundo é Missão de Toda igreja e eu sou parte dela. Posso me juntar a esses que abriram mão de muitas coisas e estão em lugares desafiadores só porque se deixaram ser instrumento da paz nas mãos daquele que disse Ide, ou Indo fazei discípulos! Posso! Posso todas as coisa naquele que me fortalece.
Desperta-me Senhor!

 

Missionária Lilian Alves / ÁFRICA

Contato: lilianbetelina@yahoo.com.br

7 Comments

  1. Sandra Dantas

    Que belo texto!! Alívio em ler um texto como este e saber que há cristãos sérios preocupados com o corpo e a alma dos refugiados.

    • Redação Radar

      Que bom que fostes edificada ao ler essa reflexão.
      O Senhor é bom, e tem despertado seu povo. Isso nos motiva como Igreja :)

  2. Angelo Rosa Neto

    Gostaria de receber mais notícias

  3. José Sivanaldo Marques de Lima

    Gostaria de Receber mais notícias

  4. José Sivanaldo Marques de Lima

    Gostaria de Receber mais notícias obrigado a todos…

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.