A polícia no Quênia emitiu um aviso de que as igrejas e a universidade de Nairóbi estão em risco de um novo ataque do grupo islâmico radical Al-Shabaab. O alerta, que circulou através do gabinete do presidente em 23 de abril, afirma que o Al-Shabaab enviou espiões para promover “ataques de alta escala” em “datas não específicas”.

A carta alega que as principais metas incluem a Igreja Pentecostal de Nairóbi e outras congregações, bem como a universidade e o parlamento. Um funcionário do parlamento ligado a uma mesquita e nomeado na carta já foi detido. Os alvos listados acima terão “segurança redobrada”. O alerta foi enviado dias depois do ataque acontecido em 2 de abril, pelo Al-Shabaab, em uma universidade em Garissa, onde estudantes cristãos foram identificados. Esse ataque deixou 149 mortos.

 

Fonte: CPAD News

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.