Segundo dados do Censo 2010, promovido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) o Brasil possui cerca de 800 mil ciganos e foram localizados assentamentos em 291 cidades brasileiras. A grande parte desse povo está concentrada, principalmente, no litoral das Regiões Sul, Sudeste e Nordeste. O estado da Bahia destaca-se por conter o maior número de grupos ciganos. Apesar de apresentarem um número significativo entre a população brasileira, muitos deles carecem com a falta de políticas públicas e inserção em nosso país. O trabalho de evangelização de ciganos é fundamental para oferecer salvação e apoio social a eles.

Visando a evangelização desse povo a Missão Amigos dos Ciganos (MACi) foi criada no ano de 2002, na cidade de Curitiba (PR) por um grupo de jovens cristãos que deram início a um movimento de missão integral entre os ciganos. A MACi objetiva a realização de atendimento nas áreas de educação, cidadania, saúde, evangelização, plantação de igrejas ciganas, produção de materiais evangelísticos e manuais de evangelização contextualizados, treinamento e mobilização missionária e projetos de tradução da Bíblia nos dialetos ciganos.

Os ciganos dividem-se em três grandes grupos: Sinti, Rom e Calon. Porém, os dois últimos, são mais encontrados no Brasil. O Romanês é a língua comum dos ciganos, que se diversifica de acordo com os dialetos derivados de nomenclaturas próprias, de grupos distintos. “Estamos juntos no intuito de traduzir a Bíblia para os dialetos de cada grupo cigano e o primeiro grupo a ser contemplado são os Calon, que falam a língua Chibi”, disse o missionário Calon, Antônio Pereira. Esta, foi escolhida por ser bastante peculiar e não dispor de nenhuma tradução bíblica publicada no Brasil. Devido a isto, Antônio Pereira sentiu a necessidade de ler e escrever a Bíblia em seu idioma.

A Rede Nacional para Evangelização de Ciganos (RENECI), também desenvolve trabalhos evangelísticos em prol do povo cigano. O missionário Valdir Apolinário, líder da RENECI, é reconhecido como o primeiro pastor cigano da etnia Calon pela Convenção dos Ministros das Assembleias de Deus no Estado de São Paulo (COMADESPE) e pela Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB). Valdir Apolinário já viajou para Souza, no sertão da Paraíba, onde existe uma expressiva comunidade cigana. Lá, permaneceu por cerca de dez dias em companhia do Pastor Igor Shimura, da Missão Amigos dos Ciganos de Curitiba (PR)Houve várias conversões; uma equipe foi formada, treinada e com a parceria de Igrejas locais, o trabalho prosperou.

 

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.