O Radar Missionário entrevistou Edilaney Duarte que trabalha com capelania empresarial e nos contou como anda essa atividade no Brasil, as expectativas, as novidades e dificuldade desse ministério.

  • Como você analisa a capelania empresarial no Brasil?

Entendo que ainda não temos um ministério de Capelania Empresarial no Brasil com o “jeito” que nós queremos ser; é possível haver, mas não conheço. Sei de iniciativas pontuais em algumas empresas, mas um ministério que tenha corpo e atenda qualquer empresa interessada, independente do tamanho, e que vise o benefício das pessoas relacionadas com ela, funcionários, empresários, seus familiares, fornecedores e clientes, eu não da existência por aqui. Assim não tenho como analisar a Capelania Empresarial como um ministério abrangente; porém vejo que existem grandes oportunidades de crescimento para ministérios como esse que estamos implantando, visto que nosso público alvo pode ser superior a 20 milhões de trabalhadores. É preciso que haja excelência no trabalho realizado na certeza de que o Senhor está na frente de nossos esforços.

  • Quais são as maiores dificuldades?

Vejo duas grandes dificuldades que se igualam, conforme minha experiência. É difícil encontrar empresas dispostas a experimentar nosso trabalho e é difícil encontrar capelães dispostos ao exercício do serviço. Em outras palavras, as dificuldades estão nas duas pontas de um fio imaginário; quando há empresas dispostas a abrirem suas portas para a capelania e, paralelamente, encontramos um capelão que queira servir ali, tudo fica fácil. Basta amarrar as duas pontas do fio.

  • Quem é o público alvo e que tipo de benefício esse recebe?

1 – O público alvo é primeiramente os trabalhadores em uma empresa, sejam operário de piso de fábrica ou funcionários administrativos. Os familiares destes constituem-se também em público alvo. Não podemos nos esquecer que o empresário e sua família também são objetos dos cuidados prestados.

2 – Os benefícios estão centrados em estudos, reflexões e discussões sobre princípios bíblicos para uma vida plena; esses princípios são os que se vê na tradição judaico-cristã como: perdão, paciência, amor, simpatia, sentimento de time, esperança, fé e tantos outros que os cristãos conhecem. Esses princípios, quando entendidos e aplicados tendem a modificar vidas, tanto no ambiente familiar como de trabalho e podem trazer modificações positivas nos relacionamentos dos envolvidos. Um exemplo de benefício se mostra quando o capelão, ao atender filho ou mãe de funcionário que esteja no hospital, o faz como um representante da empresa. O funcionário sente-se beneficiado porque o ‘patrão’ se importou com sua família e o empresário sente-se beneficiado pelo reconhecimento de seu funcionário.

3 – Sabemos que o benefício maior está no fato de que a Palavra de Deus está sendo pregada no ambiente empresarial e traz a este ambientes um novo ‘coração’.

  •  De que forma esse trabalho poderia expandir no Brasil?

É um ministério que tem se expandido em outros países, principalmente nos Estados Unidos. O ‘Marketplace Chaplains” (vide site mchapusa) atende na América do Norte um número acima de 580 mil pessoas. Há outras organizações ali e também na Inglaterra e Austrália que são ativas e beneficiam a muitos funcionários; veja o site do Marketplace Connections da Austrália. Finalmente, nos EUA esta é um tendência crescente. Porque não seria no Brasil? Por outro lado empresários brasileiros estão mais abertos à alguns temas como ética, ecologia, sustentabilidade e envolvimento social; creio que estão se abrindo ao tema espiritualidade também. Veja que entre livros de cabeceira de alguns executivos, está listado ‘O Monge e o Executivo’ e muitos gurus da fé ganham muito com palestra motivacionais. Creio que este é o momento para que cristãos comprometidos abracem esta causa, ou seja, levar o estudo da espiritualidade bíblica para o meio corporativo.

edilaney

Edilaney Duarte é pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil trabalhando com Capelania Empresarial, cujo objetivo é beneficiar pessoas ligadas a uma empresa associada, funcionários e empresários, através de aconselhamento e reflexões base valores judaico-cristãos para uma vida feliz. Membro do Conselho Presbiteriano de Capelania e Secretário da Ordem Nacional de Capelania Cristã.

2 Comments

  1. Milton Antonio Gomes Pires

    Pastor Edlianey, estamos aqui em Paracatu (MG), na Meribá Irrigação. O trabalho da CAPELANIA estava funcionando muito bem, porém, o capelão pastor Gedivan se ausentou por motivo de suas férias de Julho e solicitou para ser substituído, pois não pretende continuar à frente deste ministério.
    O seu substituto será o licenciando Tarzan Leão de Souza, que aceitou com muita alegria, e o nosso trabalho deverá recomeçar por esses dias.

  2. Katia Luizari

    Paz, Pastor Edlianey! Sou de Curitiba, professora universitária e membro da 1ª Igreja do Evengelho Quadrangular. Há dois anos venho tentando desenvolver o trabalho de capelania empresarial. Porém, com exceção da faculdade onde trabalho, as dificuldades são imensas, pelos fatores que já sabemos.
    Como também atuo como palestrante e consultora empresarial, na área de comunicação, tenho um grande campo para semear. Por isso, gostaria muito de poder conversar contigo, trocar experiências. Ou melhor, aprender contigo.

    Grata
    Prof Kátia luizari

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.