Por *Jairo de Oliveira

O Senhor Jesus, entre muitas outras coisas, também nos ensinou acerca da importância da oração na obra missionária. Ele sabia que essa era uma forma de nos envolvermos com a necessidade dos campos e de participarmos, contribuindo com a nossa intercessão diante de Deus.

Jesus enviou seus discípulos a fim de pregarem o Evangelho na sua seara, mas também os ensinou a orar por ela: “Por isso, orai ao Senhor da seara e pedi que Ele mande mais trabalhadores para a sua colheita” (Mateus 9:38).

A intercessão transforma inúmeras situações na obra missionária, assim como também muda a maneira de viver daqueles que oram. Sendo assim, não é de admirar que alguns que começam dedicando-se à oração acabam chegando a conclusão de que eles mesmos podem ser a resposta de suas orações.

Na experiência dos primeiros discípulos não foi diferente: inicialmente foram instruídos por Jesus a orar e logo em seguida foram enviados a seara, pelo Mestre: “E lhes recomendou: A seara é grande, mas os trabalhadores são poucos. Rogai, pois ao Senhor da plantação que mande obreiros para fazerem a colheita. Portanto, ide! Eis que Eu vos envio como cordeiros para o meio dos lobos” ( Lucas 10: 2-3).

A oração continua sendo uma forma de participarmos da obra missionária. E mais que isso, a oração é um preciso instrumento, que, se bem utilizado, pode fazer com que muitas necessidades da obra missionária sejam supridas.Por isso, devemos nos colocar na brecha e interceder ao Senhor em favor do avanço da pregação do Evangelho.

Precisamos suplicar ao Senhor pela salvação dos perdidos do nosso país e por cada criatura espalhada sobre a face do globo, intercedendo especialmente por aqueles que ainda não ouviram as boas novas de Cristo e possuem bem poucas chances de ouvir.

Devemos clamar a Deus pela igreja de Jesus Cristo em nosso país e orar que haja ampliação da visão missionária, a começar pelo líderes. Que, com isso, muitos vocacionados sejam despertados e mais missionários sejam enviados. Sobretudo aos campos que ainda não ouviram do Evangelho.

É necessário interceder constantemente pelos missionários, rogando a Deus que lhes conceda saúde física, mental e espiritual. Orar também por seus filhos, para que entendam a vocação dos pais, e para que suas igrejas sejam fiéis em sustentá-los.

Rogar fervorosamente por nossos obreiros, para que ultrapassem os obstáculos que se levantam e muitas vezes interferem no trabalho do missionário, tais como: a intensa oposição das trevas, dificuldades com o governo, diferenças culturais, aprendizado de uma nova língua, adaptação cultural e até a perseguição feroz ao cristianismo.

Não perca mais tempo, se você reconhece a importância da oração no trabalho missionário, comece a interceder agora. A glória de Deus será manifesta poderosamente às nações, à medida que o povo de Deus orar.

 

*Jairo de Oliveira é missionário da Missão para o Interior da África (MIAF) e autor de vários livros de missões, dentre eles: “Missões, a razão da existência da igreja” 

Para adquiri a obra completa ou saber mais sobre o livro Clique aqui 

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.