Faltam poucos dias para o Carnaval,e muitas igrejas se preparam para um retiro visando momentos de lazer e comunhão entre os irmãos. Por outro lado, têm as igrejas que se preparam para evangelizar nesse período. Embora exista polêmica envolvendo esse tema, algumas igrejas continuam firmes e fortes realizando um trabalho evangelístico no Carnaval. E nesse ano não vai ser diferente.

A Igreja Bola de Neve já está com tudo pronto, do samba enredo aos nomes dos participantes. No site da igreja, está confirmado o trabalho. “Tudo pronto para o Evangelismo de Carnaval 2017. Este ano a peregrinação será da Avenida Ana Costa, em Santos até a praia do Gonzaguinha, em São Vicente. A Bateria já está ensaiada, o samba já foi composto e as atrações já foram confirmadas: DJ PV, DJ Dhrinão, DJ Diogo, Jonas Vilar, Luma Elpídio, Reobote Zion, Christafari e pra. Denise Seixas.

 

Se você pensa que esse tipo de trabalho evangelístico é realizado apenas por igrejas neo pentecostais está enganado, algumas Assembleias de Deus já trocaram o tradicional retiro por evangelização nas ruas no período de Carnaval.

A Catedral das Assembleias de Deus, em Santa Cruz, (CADESC), no ano passado reuniu uma equipe de 25 pessoas e aproveitou o feriado de Carnaval para evangelizar. O grupo partiu da sede da CADESC às 9h do sábado, dia 6 de fevereiro, em direção ao centro de Santa Cruz onde estenderam uma faixa com os dizeres “Calma! Pare, pense, Jesus é a esperança para você”.

Durante o evento, os irmãos fizeram o evangelismo corpo a corpo, distribuíram água mineral e panfletos. “Deus tem nos procurado, e às vezes, por timidez, não nos permitimos sermos achados por Deus. Eu sou uma pessoa muito tímida, mas venci a timidez e evangelizei as pessoas. Foi maravilhoso ter a oportunidade de falar do amor de Deus para àqueles que eu não conhecia. Eu fiquei muito feliz. Deus está procurando quem possa ir fazer o ide do Senhor”, comentou a ministra de louvor Roseli Ventura, que participou do evangelismo pessoal.

O evento foi promovido pelo departamento de Missões em parceria com os demais departamentos da CADESC. A igreja presidida pelo pastor José Pedro Teixeira arrebatou 12 almas, entre pessoas que aceitaram a Jesus e àquelas que se reconciliaram com Cristo. “12 pessoas que saíram de casa para curtir o carnaval, voltaram para o lar com seus nomes escritos no Livro da Vida. Não foi pela água, nem pelos folhetos, nem por nós, foi o Espírito Santo de Deus que os convencera de que precisavam ter suas vidas transformadas! Glórias a Deus! Conforme 1 Cor 9:16, missão cumprida ”, comemorou o coordenador de Missões, diácono Igor Andrade.

ad carnaval

Fique por Dentro

Origem do Carnaval

A origem do Carnaval está relacionada com determinados rituais de fecundidade da terra, que eram organizados na passagem de ano e no início da Primavera. No entanto, com o aparecimento do Cristianismo o Carnaval perdeu um pouco do seu caráter simbólico e místico.

Os bailes de máscaras foram criados na França, apenas por volta do século XVII, mas rapidamente ficaram populares em outros países europeus. Durante o Renascimento, as festas carnavalescas atingiram uma grande popularidade, principalmente na Itália (em Roma e Veneza).

Atualmente, o Carnaval perdeu a sua espontaneidade popular em quase todas as suas manifestações, passando a ser uma mera atração turística. No Brasil, apesar do Carnaval ter uma grande componente turística, ainda mantém a sua espontaneidade (principalmente no Rio de Janeiro e Bahia), que se fortaleceu através do folclore popular.

Até o carnaval, nós do Radar Missionário iremos publicar outras iniciativas de evangelização.

 

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.